12
set

Mais um Dilema: Fim da Licença-Maternidade!

Resultado de imagem para separação mãe bebe

Ai, às vezes a vida de mãe/pai parece ser uma onda sem fim de dilemas , não é? Isso faz parte dos desafios e que nos proporcionam crescimento individual, crescimento da família, mas também  muitas dificuldades. E um dos momentos que muitas vezes pode se tornar um grande ponto de interrogação para as familias é quando chega o fim da licença-maternidade. Como tomar uma escolha que seja a mais saudável para a mãe, para o bebê e para a família? Convidamos a psicológa e uma das coordenadoras do Cadê, Marília Tannure, e ela nos deixou um texto com reflexões fundamentais para esse processo.  

“E QUANDO TERMINA A LICENÇA MATERNIDADE…

Quando você pensa em ter que retornar ao trabalho após a licença-maternidade, o que você sente (ou sentiu)? Quais são os pensamentos que lhe vem (ou lhe vieram) à cabeça?

Indagar-nos sobre as nossas emoções e pensamentos em momentos de mudança é fundamental para podermos nos organizar emocionalmente e, mais objetivamente, com a nova rotina que inclui o bebê, os pais e a família. Digo emocionalmente, pois ao mesmo tempo que pode ser positivo ter tempo para você mesma, também pode ser angustiante ter que se separar do seu bebê. E daí, vem algumas perguntas do tipo: com quem eu vou deixar? Será que vão cuidar dele da forma que eu gostaria? Será que eu quero mesmo voltar ao trabalho agora? Será que seria melhor eu ficar com ele até que eu me sinta mais segura? Financeiramente, é possível? Sentimentos de culpa, de insegurança e dúvida são frequentes nessa etapa, e não hesite em buscar espaços de troca, pessoas que vivem ou já viveram situações como essa para conversar ou que entendem sobre o assunto. Converse, troque:  essa é uma boa forma de se fortalecer nessa transição! 

Nestas horas, poder incluir e dividir estas questões com o seu parceiro/parceira é fundamental para não nos sentirmos tão sozinhas com essas escolhas. Se não existe esse parceiro/parceira, pode ser uma amiga, a avó, ou terapeuta, o importante é que seja alguém da sua confiança e te faça se sentir segura . Nem sempre é possível chegarmos numa solução ideal, mas é fundamental ter flexibilidade em  alguns pontos, estar ciente dos nossos limites,  para chegar em uma decisão.”

 

Marília Tannure, Psicóloga formada pela PUC-SP, atende em Consultório Adultos, Adolescentes, Casais e Família, além de pessoas que passaram por perdas. É Coordenadora de Equipe do Cadê Bebê e cursa o CINAPSIA-Curso Introdutório ao Atendimento Psicanalítico da Infância e Adolescência na SBPsp (Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo).

maritannure@hotmail.com

 
 
Categorias:

Comentários desativados em Mais um Dilema: Fim da Licença-Maternidade!